Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Corrida Contra o Tempo

Corrida Contra o Tempo

22
Jun18

Areias Movediças

1873531165842.jpg

        A noite já não era uma criança e eu ainda refletia sobre o porquê de não ter resultado algo entre nós. Parecia tão forte o que nos unia que ignorava o que nos afastava. Quando dei por ti, estavas longe da vista e longe do coração. Ainda te procurei, tentei dar-te uma segunda chance... Devia saber que segundas oportunidades dadas sem sequer terem sido pedidas não resultam. No fundo, era a mim mesma que dava mais uma oportunidade... Não para ser feliz, mas para não constatar o quão infeliz tenho estado. Tudo o que eu construía era sozinha e mesmo sendo uma casa de tijolo, tu derrubava-la só com um sopro. Durante muito tempo pensei que tu eras especial, daí conseguires essa proeza. Tudo mudou no dia em que me dei ao trabalho de exigir honestidade a mim própria. Respirei fundo. Ía ser um percurso acidentado. Já na reta final, quase a cortar a meta do abismo que me esperava, compreendi o que se passava. O problema não estava na estrutura da casa, mas sim onde eu a decidira construir. Não quis trazer nada a não ser a roupa que tinha no corpo e o sorriso adormecido no rosto. O resto eu deixei para trás, sempre ouvi dizer que ninguém merece viver de restos. Demorei o que pareceu uma eternidade, mas aprendi que não se deve construir uma casa em cima de areias movediças.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D